Contos com Michael Jackson

Cadastre-se e diverta-se com os contos mais românticos com nosso amor Michael Jackson!

Clube da luluzinha, apenas meninas são permitidas meninos não!

Antes de se cadastrar por favor leem as regras do fórum, para evitar uma eventual exclusão.

Obrigada!

A administração!
Contos com Michael Jackson

Espaço para imaginar e sonhar com Michael Jackson. Juntas!


    Privacy [+18]

    Compartilhe
    avatar
    RiL Jackson

    Mensagens : 74
    Data de inscrição : 13/08/2013
    Idade : 23
    Localização : Vitória - Pernambuco

    smileys Privacy [+18]

    Mensagem por RiL Jackson em Ter 14 Out 2014 - 19:46

    Oii Meninas!! Sou nova aqui no fórum, mas essa já é a minha sexta fanfic, estarei postando nas terças, quintas e sábados. Espero que gostem <333

    Boa Leitura!! Smile






                                                 
                                               #Capítulo 1

    -Ramona, achamos algo ótimo pra você... -_Sr. James entrou na sala bastante empolgado_

    - Quem é a vítima da vez? _Perguntei sarcástica_

    - Michael Jackson está fazendo compras nesse exato momento e se você for rápida, talvez
    chegue antes dos fãs dele._ Falou sério, ignorando o meu comentário_

    - Ok! Já entendi... “velho nojento”_ Pensei , em seguida sai da sala pegando minha câmera e o endereço do local onde a minha “presa “ estava_

    [...]

    Ao chegar lá, estacionei minha moto num lugar qualquer e fiquei de tocaia atrás de uma árvore, já com minha câmera em mãos, esperava apenas o momento certo para começar a fotografa-lo.  Ajustei minha lente algumas vezes tentando fazer um bom ângulo dele, mas infelizmente eu não estava numa distância favorável, além do mais os manequins da vitrine atrapalhavam minha visão, dificultando ainda mais o meu trabalho. Quando me dei conta que só conseguiria uma boa foto se me aproximasse, já era tarde...  Uma multidão de fãs já se faziam presentes, estavam gritando seu nome, fazendo uma confusão dos diabos em frente à loja.

    - Droga! _Resmunguei comigo mesma_

    Graças a minha lerdeza, agora eu teria que me enfiar no meio de toda aquela gente, do contrário voltaria de mãos vazias, e isso seria o mesmo que assinar minha carta de demissão.
    Então, sem pensar duas vezes, mergulhei naquele mar de gente, mas logo me senti incomodada
    com a situação:

    - Aí!! Sua idiota, você pisou no meu pé!!!!!_Esbravejei pra uma fanática que me olhou por um segundo e depois me deu as costas, voltando a gritar como uma doida pelo seu ídolo _

    Continuei andando em meio a multidão, e a cada passo que eu dava um palavrão pior que o outro me escapava, estava completamente irritada com aquele empurra – empurra isso sem falar no odor que exalava daquelas axilas suadas.

    - Pelo amor de Deus!!!  Vocês não tomam banho, não??? _Gritei, novamente sendo ignorada, eles não estavam nem aí pra mim, a única coisa que importava para aqueles lunáticos era poder ver o “esquisitão” acenar para eles.

    O “vuco-vuco” ficou pior quando Michael saiu escoltado pelos seus seguranças que faziam um cordão de isolamento em volta dele. Aproveitei a ocasião para subir num degrau a sua direita para poder fotografa-lo de cima, o flash da minha câmera começou a incomoda-lo, ao perceber isso um de seus seguranças me empurrou, fazendo com que eu caísse de bunda no chão, minha câmera caiu a poucos centímetros de mim, mas os fãs enlouquecidos acabaram por pisoteá-la, quebrando-a em mil pedacinhos.

    - Me solte seu estúpido!!!_Esbravejei ao ver aquele “armário” me pegando e me levando pra longe dali_

    - Will, por favor, largue a moça..._Falou Michael quando já estávamos perto do carro_

    Aos poucos aquele brutamonte me colocou de volta ao chão. Revoltada, olhei pra ele e disse:

    - Quem você pensa que é pra sair por aí empurrando as pessoas? Não se enxerga? Olha o seu tamanho pro meu! Poderia ter me matado...

    - Não exagere..._Falou o segurança, em seguida revirando os olhos _

    - Por favor, se acalme e entre no carro, ok? _Falou Michael passando por mim e entrando em sua limusine_

    - Está louco se acha que vou entrar aí com você..._Falei completamente indignada com a ousadia dele_

    - Do que tem medo? Não vou te fazer nada, deixe de besteira e entre logo.

    - Nem morta!!_Exclamei_

    -Como quiser senhorita! Will, por favor, resolva isso..._Falou ele, agora referindo-se ao seu segurança_

    - Ora me solte seu imbecil!!!_Falei distribuindo tapas no mesmo que logo me jogou dentro do carro e fechou a porta, me deixando sozinha com aquele maluco no banco traseiro _

    - Já pode ir..._Disse o pop star metido ao abrir uma janelinha e se comunicar com seu motorista _

    - Isso é sequestro, sabia? _Falei , olhando-o pegar seu celular _

    O silêncio se fez presente ali, ele nem se quer me olhava, parecia bastante intertido com seu celular, estava curiosa para saber o que ele tanto fazia , quando vi que ele estava jogando, não pensei duas vezes antes de pegar seu celular e jogar pela janela.

    - Ficou louca?????_Falou ele, boquiaberto com a minha atitude _

    - Minha câmera pelo seu celular, justo!

    - Tudo bem, eu posso comprar outro celular e outra câmera, e ainda vai sobrar dinheiro pra calar a sua boca! _Falou ele numa mistura de ódio e prazer_

    - Acha que é assim? Que pode sair por aí com esses seus seguranças grandalhões, empurrando as pessoas e quebrando suas coisas pra depois simplesmente querer compra-las com o seu dinheiro?

    - Não posso correr riscos, é por isso que você está aqui, vou pagar pelo prejuízo e ainda darei uma quantia a mais para que não saia por aí me difamando...

    - E quanto vai me pagar?

    - Quanto você quer? _Falou ele tirando um talão de cheque do bolso, juntamente com uma caneta_

    - O que me der estará bom, mas faço questão de receber em espécie...

    - Mas eu não tenho dinheiro aqui.

    - Problema seu...

    - Por que faz tanta questão de receber em dinheiro? Não pode simplesmente aceitar o cheque e me deixar em paz?

    - E quem me garante que esse cheque tem fundo?

    - Acha mesmo que eu faria isso??

    - Vindo de um cantor falido como você eu não duvido de nada.

    - Falido, eu???  

    - Sim, você!

    - Não sabe o que está falando garota!

    - A quem quer enganar? Acha que sou as criancinhas que você molesta?

    - Nunca mais repita isso!!!_Falou ele com a voz alterada, no exato momento em que uma
    lágrima rolou dos seus olhos_

    - Me desculpe..._Falei me sentindo culpada ao vê-lo esconder o rosto para poder chorar_

    Quando retornou a me olhar já estava com um ray-ban, mas a voz que ainda estava embargada por conta do choro, ele não teve como disfarçar.

    - Vou leva-la para minha casa, pois não tenho dinheiro aqui e tbm não costumo sacar dinheiro em banco, muito menos a essa hora da noite, é muito perigoso.

    - Eu quero me desculpar pelo que eu lhe disse antes, não era minha intenção machucar você. _Falei sentindo minha consciência pesar_

    Mas ele nada disse, apenas continuou olhando pra frente, e assim permaneceu durante o restante do trajeto.

    - Quem você pensa que é pra me ignorar assim? _Falei assim que descemos do carro_

    - Preciso mesmo dizer??_Falou abrindo os braços, todo convencido _

    - Escuta aqui seu metido!!_Falei apontando o dedo na cara dele, o mesmo sorriu achando graça da minha braveza_

    Céus aquele sorriso me desarmou, porque aquele estúpido tinha que ser assim tão lindo?

    - Você dizia? _Falou ele ao perceber que eu fiquei ali parada que nem uma besta, admirando sua boca_

    - Não vim até aqui pra ficar batendo papo com você, quero meu dinheiro e logo!

    - Primeiro as damas..._Falou ele me mostrando a porta de sua mansão_

    - Não, você primeiro, afinal é o dono da casa._Falei cruzando os braços e esperando que ele entrasse primeiro_

    Se ele pensa que vai ficar olhando pra minha bunda enquanto eu me abobalho com o luxo de sua casa, está muito enganado. _Pensei_

    Um pensamento estranho, eu sei, mas na verdade eu sempre fui assim, nunca consegui confiar em homens.

    #Continuo?? '-'
    avatar
    Tay Jackson

    Mensagens : 2912
    Data de inscrição : 15/10/2012
    Idade : 27
    Localização : Brasília

    smileys Re: Privacy [+18]

    Mensagem por Tay Jackson em Ter 14 Out 2014 - 19:58

    Vish essa vai dar trabalho ao Michael :v
    Continuaaaa


    _________________


    O único desejo e Ella é ser feliz. Se libertar, buscar uma vida melhor. Voar como águia, indo de encontro a sua libertação. Já o de Michael, seu anjo protetor, é ver em seus lábios um sorriso sincero.


    Em Breve!
    avatar
    mikaelajackson

    Mensagens : 150
    Data de inscrição : 30/06/2013
    Idade : 20
    Localização : Portugal

    smileys Re: Privacy [+18]

    Mensagem por mikaelajackson em Ter 14 Out 2014 - 20:25

    Claro me amor ainda bem que conseguirei terminar estou ansiosa para ler o resto a partir do cap 9 Very Happy

    Mel Locatelli

    Mensagens : 586
    Data de inscrição : 24/01/2014
    Idade : 24
    Localização : Curitiba

    smileys Re: Privacy [+18]

    Mensagem por Mel Locatelli em Qua 15 Out 2014 - 6:03

    Menina brava!! Essa é das minhas >_<
    Continua! Ah..e seja bem vinda Smile
    avatar
    Fehjacks

    Mensagens : 2059
    Data de inscrição : 23/03/2013
    Idade : 18
    Localização : Ouro Preto - MG

    smileys Re: Privacy [+18]

    Mensagem por Fehjacks em Qua 15 Out 2014 - 6:50

    essa ai vai dar muito trabalho XD

    Continua
    avatar
    RiL Jackson

    Mensagens : 74
    Data de inscrição : 13/08/2013
    Idade : 23
    Localização : Vitória - Pernambuco

    smileys Re: Privacy [+18]

    Mensagem por RiL Jackson em Qui 16 Out 2014 - 8:15

    Cheguei Meninas!! \o/ \o/
    Agradecendo desde já pelos comentários, pensei que só teria um ou nenhum, mtt obrigada <333
    Bom, agora vamos ver se o Michael vai conseguir domar essa fera lol!
    ___________________________________________________


    #Capítulo 2

    - Qual o seu nome mesmo mocinha? Não lembro de termos sido apresentados. _Falou ele assim que entramos em sua luxuosa mansão_

    - Me chamo Ramona Falks.

    - Prazer, Michael..._Falou ele beijando minha mão, apenas reviro os olhos e digo:

    - Ohhh... Seu nome é Michael? Não me diga!

    - Você é sempre assim? Irritadinha?

    - Não, até porque não é todo dia que machucam meu braço e quebram minha câmera.

    - Está machucada? _Falou preocupado vindo até mim à procura de feridas_

    - Foi só um arranhão, ok? Eu estou bem!

    - Mesmo assim, deixe-me ver isso, não quero que saia por aí dizendo que a machuquei e não prestei
    socorro. _Falou ele analisando o machucado em meu braço_

    - Realmente, não parece ser grave, de qualquer jeito vou fazer um curativo para que isso não inflame.

    - Dispenso seu curativo, apenas pegue o meu dinheiro, ok?

    - Se é assim que você quer... Tudo bem! _Falou ele, logo saindo para buscar o dinheiro_

    Fiquei por um longo tempo admirando a decoração de sua sala, não posso negar... Bom gosto ele tinha e de sobra!

    Der repente meu celular toca, era Matt:

    - Alô? Matt?

    - Oii doidinha, por que está demorando tanto? Sr James está louco atrás de você!

    - Não posso explicar agora, apenas vá até o local onde eu estava e pegue minha moto, a chave reserva está na gaveta esquerda da minha mesa, ok?

    - Tudo bem, você quem manda gata!

    - Obrigada Matt eu nem sei como lhe agradecer...

    - Um beijo seria um ótimo pagamento.

    - Ora deixe de ser besta!_ ri escandalosamente com a proposta dele_

    - Vou ter que desligar agora, ok?

    - Ok. Até mais então..

    - Até... bjs!_Falei desligando_ Logo me deparo com Michael em pé me olhando.

    - Seu namorado? _Perguntou_

    - Ora! Mas você é mesmo muito atrevido, hein?

    - Me desculpe, não quis parecer atrevido, sou apenas curioso, só isso. _Falou ele se explicando_

    - Pegou o dinheiro? _Falei mudando de assunto_

    - Aqui está! _Falou ele me entregando uma pequena maleta preta_

    - A senha é 69._ completou ele_

    - Além de atrevido é pervertido..._Aquilo deveria ser só um pensamento, mas acabei falando alto
    demais_

    - Será que eu entendi direito? _Perguntou ele, me olhando com cara de safado enquanto mordia os lábios_

    - Isso não vem ao caso, até mais! _Falei já saindo_

    - Espere!

    Me virei para olha-lo.

    - Irei com meu motorista leva-la em casa, faço questão.

    - Não, obrigada! _Falei me virando novamente_

    - É perigoso demais uma garota como você andar sozinha ainda mais com todo esse dinheiro em mãos! _insistiu ele_

    - OK, você me convenceu! _Falei tornando a olha-lo_

    - Então vamos?

    - Vamos!

    [...]

    Já estávamos a caminho do meu apartamento, o silêncio tinha se instalado desde que entramos no carro, e o mesmo só foi quebrado quando ele olhou pra mim e disse:

    - Quantos anos você tem?

    - 23._Falei seca_

    - Nossa, é nova demais...

    - Eu não sou nova demais, você que é velho demais! _Falei o deixando incrédulo_

    - Tem certeza que me acha velho? _Falou me encarando_

    O olhei da cabeça aos pés, analisando sua aparência, em seguida disse:

    - É... Dar pro gasto..._Falei dando de ombros _

    - Como é??_Falou ele, parecendo indignado com a minha resposta _

    - Sr. Jackson Chegamos! _Avisou o motorista_

    - Até nunca mais velhote! _Falei em seguida abri a porta e sai, ainda o vi colocar a cara pela janela e dizer:

    - Quem sabe um dia eu ainda lhe mostre “o quanto” sou “velho”.

    Apenas ri com seu comentário, olhei pra trás uma última vez e vi que ele estava sério então continuei rindo em seguida entrei no prédio.



    [...]

    Assim que cheguei no meu apartamento, joguei a maleta com dinheiro num canto qualquer, tirei a blusa em seguida a calça, estava incomodada com aquela roupa, detesto quando passo o dia inteiro com uma, logo me joguei no sofá apenas de sutiã e calcinha daqui a pouco iria tomar meu banho, peguei o controle da TV e a liguei e adivinha só de quem estavam falando? Sim, o passeiozinho dele pela aquela loja havia virado noticia, começo a rir sozinha ao lembrar do jeito dele, mas logo sou interrompida por insistentes batidas em minha porta, fiquei tão irritada com aquele barulho que abri a porta dizendo:

    - Mas que porra !!! _Só então me dando conta de que estava na frente de Michael Jackson apenas de calcinha e sutiã_

    - Então quer dizer que é assim que você recebe as suas visitas? _Falou ele passeando os olhos pelo meu corpo_

    - O que faz aqui??? Por favor não olhe!!! _Falei me cobrindo com as mãos_

    - Você esqueceu seu celular. _Falou ele com os olhos paralisados sobre os meus seios_

    - Quer parar de olhar pro meu decote e me olhar nos olhos??

    - Me desculpe, eu me distrai..._Falou ele mordendo os lábios e fazendo aquela famosa cara de cafajeste que todos fazem quando estão a fim de sexo_

    Reviro os olhos e o puxo pra dentro, em seguida fecho a porta, dizendo:

    - Eu já volto, não saia daí! _Falei indo em direção ao quarto para vestir uma camisa_

    - Aproposito, gostei da tatuagem... kkkkkk_Falou rindo debochado_

    Ele se referia a tatuagem que eu tinha acima da bunda.

    [Michael]

    Assim que fechei a janela e olhei pro lado vi o celular de Ramona, sorri satisfeito ao vê-lo, tinha encontrado a desculpa perfeita para ir até seu apartamento e assim o fiz, só não imaginava que aquela maluca fosse me atender semi-nua. Tive vontade de agarra-la ao vê-la, mas me controlei. Ela me deixou esperando na sala e seguiu para seu quarto, sentei no sofá e fiquei a esperando, logo ela aparece com uma camisa de basquete que ficava pouco a cima do joelho, estava de braços cruzados e me olhava feio.

    - Não me olhe com essa cara, não tenho culpa se foi atender a porta daquele jeito._Falei me explicando_

    - Meu celular? _Falou ela estendendo a mão para que eu o entregasse_

    Assim o fiz, então ela olhou pra mim e disse:

    - Obrigada por ter me trazido ele, agora já pode ir! _Falou indo até a porta e abrindo_

    - Não vai nem me oferecer uma xícara de café? _Falei debochado_

    Foi aí que ela veio até mim e me empurrou pra fora, em seguida bateu a porta na minha cara.

    - Também adorei te conhecer... Gostosa... _A última palavra eu sussurrei baixinho, me recordando
    da maneira que a vi assim que abriu a porta_ Depois disso fui embora, meus seguranças me esperavam perto do elevador.

    [...]

    Continua?
    avatar
    Fehjacks

    Mensagens : 2059
    Data de inscrição : 23/03/2013
    Idade : 18
    Localização : Ouro Preto - MG

    smileys Re: Privacy [+18]

    Mensagem por Fehjacks em Qui 16 Out 2014 - 8:43

    Michael todo assanhadinho haha XD

    Continua

    Mel Locatelli

    Mensagens : 586
    Data de inscrição : 24/01/2014
    Idade : 24
    Localização : Curitiba

    smileys Re: Privacy [+18]

    Mensagem por Mel Locatelli em Qui 16 Out 2014 - 12:28

    Mas que safadinho heim!! Kkkk
    avatar
    Tay Jackson

    Mensagens : 2912
    Data de inscrição : 15/10/2012
    Idade : 27
    Localização : Brasília

    smileys Re: Privacy [+18]

    Mensagem por Tay Jackson em Qui 16 Out 2014 - 16:00

    Michael assanhado já querendo sexo com a Ramona hauahauaha

    Continuaaaaaa


    _________________


    O único desejo e Ella é ser feliz. Se libertar, buscar uma vida melhor. Voar como águia, indo de encontro a sua libertação. Já o de Michael, seu anjo protetor, é ver em seus lábios um sorriso sincero.


    Em Breve!
    avatar
    RiL Jackson

    Mensagens : 74
    Data de inscrição : 13/08/2013
    Idade : 23
    Localização : Vitória - Pernambuco

    smileys Re: Privacy [+18]

    Mensagem por RiL Jackson em Sab 18 Out 2014 - 7:54

    #Capítulo 3

    [Ramona]

    No dia seguinte fui para o trabalho normalmente, chegando lá expliquei ao senhor James o ocorrido, ele aceitou minhas desculpas, mas em troca acabou ficando com 90% do que Michael me pagou, ou seja, o restante do dinheiro que ficou pra mim só deu mesmo para comprar outra câmera.
    Ao sair da sala do meu chefe praticamente soltando fogo pelas narinas vi Matt sorridente vindo em minha direção, mas antes que ele abrisse a boca fui logo dizendo:

    - Vê se não me enche, ok??_Falei passando por ele feito um furacão_

    - Nossa que mal humor, hein? _Falou me seguindo_

    Apenas reviro os olhos e digo:

    - O que você quer??

    - Te entregar as chaves reserva da sua moto. _Falou ele me entregando as chaves_

    - E onde ela está?

    - No estacionamento, na vaga de sempre..

    - ótimo!

    - Não vai me agradecer? _Perguntou ele_

    - Não tô com saco, ok??_Falei já sem paciência_

    - Me diz pelo menos o que aconteceu..._Insistiu ele_

    Então respirei fundo e olhei pro mesmo, em seguida comecei a explicar.

    - Então foi isso, nada demais..._Falei dando de ombros_

    - Nada demais??? Cara, vc conheceu o Michael Jackson, então vc olha pra mim e me diz que isso não é nada demais???

    - Eu particularmente não vi nada demais nele...

    - Como assim? O cara é um gênio!! Vai me dizer que não gosta das músicas dele?

    - Nada contra sua música, apenas não gosto dele!!

    - Mas por que???

    - Porque não ora!! Agora sou obrigada a gostar dele??

    - Pelo menos admita que as músicas dele são boas...

    - É, tem gosto pra tudo..._Falei já pegando minha bolsa e saindo dali_

    - Da próxima vez que encontra-lo não esqueça de pedir um autografo pra mim!!_Falou rindo_

    Apenas lhe mostrei meu dedo do meio, mas não me virei para olha-lo, fiz o gesto de costas mesmo. De fato eu estava sem paciência naquele dia.

    [...]

    Já era tardezinha então resolvi sair a pé mesmo, eu havia acabado de comprar minha nova câmera. Estava na calçada esperando um taxi, foi quando me deu uma vontade louca de fazer xixi, então tive que ir num banheiro público, porém, mal tinha entrado no banheiro e já começaram a bater forte na porta.

    [Michael]

    Eu estava bastante apertado para ir ao banheiro, meu motorista e eu estávamos presos no meio daquele trânsito caótico então o jeito foi ir até um banheiro público que havia próximo dali, mas quando cheguei ao mesmo vi que estava ocupado. Droga! O Jeito foi bater na porta, bati, bati e nada da pessoa sair, então me vi obrigado a abrir o zíper da calça e fazer por ali mesmo, do contrário acabaria mijando nas calças.

    Mas quando eu estava terminado de me “aliviar” adivinha só quem abriu a porta e saiu de dentro daquele banheiro?

    - Você??_Falou olhando para o meu rosto, só depois descendo os olhos e vendo o que eu estava fazendo_

    Vi seus olhos se arregalarem completamente surpresa ao olhar para baixo e ver meu zíper aberto,
    logo em seguida veio pra cima de mim me batendo.

    - Ora seu tarado!!!_Falou dando socos em meu peitoral_

    Nesse exato momento alguns rapazes passavam por ali perto e para não correr o risco de ser reconhecido a imprensei contra a porta do banheiro e a beijei, nem tive tempo de ajeitar as calças, apenas a beijei.

    No começo ela tentou hesitar, mas aos poucos foi se “acalmando” e como num conto de fadas
    bizarro, a “fera” ficou mansa nos meus braços. As pessoas que passavam por ali ignoravam a nossa presença, com certeza pensavam que éramos apenas mais um casal de adolescentes, desses que não conseguem segurar o desejo, e se agarram onde quer que estejam.
    A essa altura, ela já correspondia ao meu beijo e parecia até estar gostando, aos poucos fui parando o beijo com selinhos, foi quando ela olhou pra mim com uma de suas sobrancelhas arqueadas e disse:

    - Ficou louco?

    -Era o único jeito de esconder meu rosto. E de te fazer calar a boca! _Expliquei, enquanto olhava para os lados para conferi se não tinha ninguém por perto_

    - Mas aposto que você se aproveitou da situação. _Falou cruzando os braços e me encarando_

    - E você pareceu gostar da “situação”..._rebati_

    - Ora seu convencido!!! Se quer saber achei seu beijo horrível..._Falou me dando as costas, e limpando a boca com a costa da mão_

    - Vou fingir que acredito..._Sussurrei próximo ao seu ouvido e percebi que ela se arrepiou com aquilo_

    - Vai se ferrar!!!!_Falou me empurrando e passando por mim rapidamente, apenas ri enquanto observava sua imagem ficar cada vez mais distante_

    - Aconteceu alguma coisa Sr Jackson? _Disse meu motorista ao me ver todo descabelado e com a roupa amassada_

    - Estou bem não se preocupe!

    - Seu zíper está aberto. _Falou ele me olhando incrédulo_

    - Eu devo ter esquecido de fechar..._ri um pouco sem graça_

    - E isso na sua boca? É batom?

    - Olha, eu não te pago para fazer perguntas, ok? Então vamos logo!!_Falei entrando no carro e ele
    logo deu partida_

    Já no banco de trás eu estava com um espelho, limpando minha boca, aquela maluca havia me sujado com seu batom vermelho. Quando terminei sorri pra minha própria imagem no espelho me lembrando da loucura que fiz.

    Continua?


    Última edição por RiL Jackson em Sab 18 Out 2014 - 8:15, editado 1 vez(es)
    avatar
    RiL Jackson

    Mensagens : 74
    Data de inscrição : 13/08/2013
    Idade : 23
    Localização : Vitória - Pernambuco

    smileys Re: Privacy [+18]

    Mensagem por RiL Jackson em Sab 18 Out 2014 - 7:56

    Quero agradecer pelos comentários *------*
    Muuuuito obrigada mesmo <333

    Mel Locatelli

    Mensagens : 586
    Data de inscrição : 24/01/2014
    Idade : 24
    Localização : Curitiba

    smileys Re: Privacy [+18]

    Mensagem por Mel Locatelli em Sab 18 Out 2014 - 9:19

    Mike se aproveitou da situação isso sim >_< Safadinho!!
    Continua flor ta otima sua fic!
    avatar
    tatajackson

    Mensagens : 150
    Data de inscrição : 28/06/2013

    smileys Re: Privacy [+18]

    Mensagem por tatajackson em Sab 18 Out 2014 - 10:45

    Continuaaaaaaaa
    avatar
    Fehjacks

    Mensagens : 2059
    Data de inscrição : 23/03/2013
    Idade : 18
    Localização : Ouro Preto - MG

    smileys Re: Privacy [+18]

    Mensagem por Fehjacks em Seg 20 Out 2014 - 20:55

    Michael safadinho haha XD
    avatar
    RiL Jackson

    Mensagens : 74
    Data de inscrição : 13/08/2013
    Idade : 23
    Localização : Vitória - Pernambuco

    smileys Re: Privacy [+18]

    Mensagem por RiL Jackson em Ter 21 Out 2014 - 7:46

    #Capítulo 4

    [Ramona]

    Cheguei em casa tendo um surto de fúria, estava com tanta raiva daquele cantorzinho metido que acabei quebrando algumas coisas, infelizmente eu era uma pessoa muito estressada, e a melhor terapia pra mim acabava sendo o de jogar coisas contra a parede. Depois de tomar banho e relaxar um pouco, fiquei pensando em tudo que aconteceu, em menos de 24 horas aquele cara já tinha me visto em trajes íntimos e até um beijo já tinha me roubado.

    “Ahhhh mas isso não vai ficar assim, mas não vai mesmo!!!”_Falei pra mim mesma, em seguida peguei minha câmera e sai_

    Já tinha algo em mente, ele ia me pagar e com juros!!

    [...]

    Estava de tocaia em frente a mansão do astrozinho pop. Fiquei pelo menos umas 2 horas plantada lá, apenas esperando uma oportunidade para entrar sem que ninguém me visse. Enquanto um funcionário foi até o porteiro para lhe dizer algo, eu aproveitei para me esconder debaixo da lona da caminhonete dele. Assim que ultrapassamos os portões, saltei do carro caindo sobre a grama verde e macia, ainda deitada no chão aproveitei para tirar uma foto da lua que estava divina, sempre tive um certo feite por fotos desse gênero, meu sonho sempre foi fazer fotos de paisagens naturais e não de celebridades enfiando o pé na jaca. Mas quando cheguei aqui em Hollywood acabei dando de cara com a triste realidade, ninguém tava nem aí pra fotos “naturebas” Então fui obrigada a dançar conforme a música, do contrário acabaria passando fome.

    Assim que fotografei a lua, ouvi risos vindo na minha direção, então rapidamente corri e me escondi entre as roseiras do jardim.

    Pouco a pouco duas silhuetas ganhavam forma em minha frente, se tratava de Michael e de uma mulher loira e alta, não consegui ver o rosto dela, mas dava pra perceber que era bonita, eles estavam conversando normalmente, quando der repente se atracaram num beijo que só de olhar já me deixou sem folego. Fiquei tão abismada com a cena que quase esqueci de fotografar.


    O tempo ia se passando, eles se agarrando e eu tirando fotos, quando dei por mim a coisa já estava num outro nível, a impressão que eu tinha era que ele ia tirar a roupa dela e come-la ali mesmo no meio do jardim. O que foi uma surpresa pra mim, pois poderia jurar que ele era gay.

    - Eu estou morrendo de vontade de chupar você..._Falou a piranha, enquanto apertava o membro dele por cima da calça_

    - O que acha de irmos para o meu quarto? _Falou ele com a maior cara de safado_

    - Você não entendeu, eu quero fazer isso agora..._Falou enquanto chupava o dedo indicador dele_

    Enquanto isso eu estava ali vendo e ouvindo tudo, completamente assustada com toda aquela putaria, é claro que eu não era nenhuma santa, mas também não era assim tão descarada quanto aquela garota que por sinal, foi descendo até ficar de joelhos na frente dele, o barulho do zíper sendo aberto ecoou pelo jardim e quando eu vi o tamanho daquele pênis.........

    - Caramba!!!_Falei logo em seguida tapando a boca, havia me impressionado tanto que acabei falando alto demais_

    Michael rapidamente ajeitou suas calças, enquanto a garota o olhava sem entender nada.

    - Quem está aí?_Falou ele olhando para as roseiras, enquanto eu me espremia o máximo para que ele não me descobrisse ali.

    Michael ficou olhando intrigado para onde eu estava, enquanto eu rezava em silêncio pedindo a Deus para que ele desistisse e fosse logo embora.

    - Não te ninguém aí Michael, vamos entrar, ok? _Falou a loira oxigenada, tentando convence-lo a sair dali_

    - Espera! Tenho quase certeza de quem tem alguém ali! _Falou ele _

    - Baby, não tem ninguém aí! Vamos pro seu quarto estou louca pra... Você sabe!_Falou ela enquanto brincava com o colarinho dele_

    E pra minha sorte ela acabou convencendo ele, finalmente pude respirar aliviada. Depois disso, percebi que era muito arriscado continuar ali, afinal já tinha conseguido o que eu queria, as fotos que tirei já eram suficientes então fui embora bastante satisfeita.

    Já em casa enquanto analisava as fotos que tirei dele, chegue a seguinte conclusão:

    “Esse cara é mais safado do que eu imaginei” _Falei mordendo os lábios enquanto lembrava do tamanho daquela ereção_

    No episódio do banheiro eu não havia visto, até porque ele já o tinha guardado dentro da cueca.
    Sozinha no meu quarto comecei a me masturbar enquanto lembrava dele, quando terminei de me satisfazer já estava completamente suada, fazia tempo que não fazia sexo e aquilo estava me enlouquecendo, ou seria Michael o causador da minha loucura? Na época eu coloquei a culpa na minha falta de sexo, mas lá no fundo eu sabia que sentia atração por ele, só não queria ter que admitir isso pra mim mesma.

    [...]


    Última edição por RiL Jackson em Ter 21 Out 2014 - 7:51, editado 1 vez(es)
    avatar
    RiL Jackson

    Mensagens : 74
    Data de inscrição : 13/08/2013
    Idade : 23
    Localização : Vitória - Pernambuco

    smileys Re: Privacy [+18]

    Mensagem por RiL Jackson em Ter 21 Out 2014 - 7:51

    #Capítulo 5

    [Michael]

    Eu sabia que algo não estava certo, por isso depois de ter transando com aquela linda garota, fui até a sala de vigilância onde haviam monitores das câmeras de segurança, Robbin e Peter negaram ter visto algo de estranho, de qualquer jeito, fiz questão de ver a fita, foi quando me deparei com um vulto que pulou da caminhonete de uma dos meus funcionários e rastejou até o jardim, ainda não tinha conseguido identificar o rosto, mas dava pra ver que tinha seios então só podia ser uma mulher.

    Quando a misteriosa mulher se escondeu atrás das roseiras congelei a imagem da câmera e dei zoom, era impossível esquecer aquele rosto, era ela! A safada tinha me fotografado em momentos comprometedores. “Droga!” _Falei dando um soco na mesa_

    [Ramona]

    Eu estava prestes a sair de casa, mas quando abri a porta dei de cara com Michael, ele me olhava de braços cruzados e com um sorriso irônico nos lábios.

    - O que eu esqueci dessa vez? Minha saliva na sua boca?

    - Acha mesmo que eu não ia descobrir??_Ele me olhava sério_

    Tirei meus óculos e o olhei debochada.


    Em seguida disse:

    - E o que você vai fazer agora? Vai me processar?

    - Ahhh então você admite que entrou na minha casa?

    Apenas ri.

    - O que ganha fazendo isso? _Perguntou ele_

    - Dinheiro!

    Ele me olha indignado e diz:

    - É só nisso que você pensa? Em dinheiro?

    - Não, eu não penso só nisso, mas acontece que eu tenho contas a pagar...

    - Mas outro dia mesmo eu lhe dei uma fortuna!

    - Fortuna essa que ficou toda pro meu chefe, eu não fiquei com nenhum centavo, se quer saber...

    - Isso não é motivo pra você invadir a minha casa e me fotografar em momentos íntimos.

    - O descuido foi seu baby, eu apenas fotografei!

    - Então você tirou mesmo foto do meu....?_Ele não terminou a frase_

    Apenas ri e fiquei olhando pra ele.

    - Me responde!!

    Apenas o olhei e continuei rindo.

    - Não estou de brincadeira, ok!?!_Falou ele me pegando forte pelo braço_

    - Está me machucando..._Choraminguei, estava começando a ficar com medo dele_

    - Tirou ou não tirou???_Falou ele apertando ainda mais forte o meu braço_

    - Me solta!!!

    - Só vou te soltar quando me responder...

    - Sabia que eu posso processa-lo por agressão física?

    Agora foi a vez dele rir.

    - Posso processá-la por invasão de propriedade privada. _Falou ele, se sentindo superior_

    - Posso mostrar pro mundo fotos do seu pinto bicolor..._Falei debochando da doença dele_

    - Faz isso e eu te mato!!!_Falou ele me imprensando forte contra a parede_

    Nossas bocas estavam bem próximas, eu já começava a ficar excitada, num ato impensável tentei beijá-lo, mas ele se afastou ao perceber o que eu ia fazer, em seguida disse:

    - Acha mesmo que vou cair nessa?

    - Do que está falando?

    - Está tentando me seduzir, não está?

    - Claro que não!!!

    - Então porque tentou me beijar?

    - Eu não tentei te beijar...

    - Tentou sim...

    - Não!! E-eu...

    Não sabia o que dizer e acabei gaguejando, ele ainda me olhava esperando uma resposta.

    - Ok! Eu confesso... Senti vontade de te beijar... Satisfeito?

    - Eu nunca teria nada com alguém como você!

    - E quem disse que eu quero ter algo com você???

    - Eu sei que quer, todas querem...

    - Convencido!!!

    - Não, você não entendeu... Quando digo que “todas me querem” Não falo isso porque sou
    egocêntrico, falo isso porque quando olham pra mim a única coisa que conseguem ver é dinheiro!

    - Posso até querer o seu dinheiro, afinal quem não gostaria de tê-lo? Mas eu nunca me envolveria com você por isso, se a minha intenção fosse essa, acha mesmo que eu estaria perdendo tempo tirando fotos suas?

    - Faz sentido..._Falou ele, em seguida me olhou pensativo_

    - Olha se quer saber... Eu não tirei fotos do seu pênis.

    - Não?

    - Não! Eu apenas tirei fotos de vocês dois se beijando...

    - Está falando sério?

    - Sim! Quer ver?

    - Por favor..._Disse ele e então fui até o quarto e peguei o meu notbook_

    - Acredita em mim agora? _Perguntei assim que lhe mostrei as fotos_

    - Você pode ter guardado em outro lugar.

    - Com certeza suas câmeras de seguranças me filmaram, vc ao menos viu a gravação toda? Quando
    eu vi o que vcs estavam prestes a fazer, eu fiquei sem ação, não consegui tirar mais fotos!

    - Então acho que não tenho mais o que fazer aqui...

    - Como assim? Não se importa que eu divulgue essas fotos??

    - Não vão lhe pagar nada por essas fotos.

    - Por que diz isso?

    - Porque eles querem que todos pensem que sou gay.

    Quando Michael disse isso fiquei sem palavras, por um segundo me coloquei no lugar dele, só então
    percebi o quanto ele foi e ainda é injustiçado.

    - De qualquer jeito vou tentar divulgar isso, mesmo que não me paguem nada.

    - Por que você faria isso?

    - Porque o mundo precisa saber a verdade.

    - Eu não me importo com isso, o que me machuca mesmo é ver as pessoas me chamando de
    pedófilo.

    - Mas se verem essas fotos, pelo menos vão saber que sente atração por mulheres e não por garotinhos.

    - Se fizer mesmo isso por mim, serei eternamente grato, mas vai por mim, se mostrar essas fotos
    alguém é mais fácil que lhe paguem para sumir com elas, ou que manipulem as imagens e digam que
    eu estava beijando um homem.

    - Eu sinto muito...

    - Não sinta!_Falou tocando o meu ombro_ - Até mais..._Falou saindo_

    - Até..._Falei acenando pro mesmo_

    Pela primeira vez em dias, tínhamos tido uma conversa civilizada, ele me surpreendeu com suas palavras e eu fiquei me sentindo culpada por fazer parte dessa mídia suja, mídia essa que há anos vinha destruído não apenas sua reputação, mas também a sua vida.

    Continuo?
    avatar
    RiL Jackson

    Mensagens : 74
    Data de inscrição : 13/08/2013
    Idade : 23
    Localização : Vitória - Pernambuco

    smileys Re: Privacy [+18]

    Mensagem por RiL Jackson em Ter 21 Out 2014 - 7:55

    Me perdoem pela demora,
    mas pra compensar postei dois capítulos,
    espero que gostem *-*
    avatar
    Fehjacks

    Mensagens : 2059
    Data de inscrição : 23/03/2013
    Idade : 18
    Localização : Ouro Preto - MG

    smileys Re: Privacy [+18]

    Mensagem por Fehjacks em Ter 21 Out 2014 - 8:44

    Tadinho D:

    Continua

    Mel Locatelli

    Mensagens : 586
    Data de inscrição : 24/01/2014
    Idade : 24
    Localização : Curitiba

    smileys Re: Privacy [+18]

    Mensagem por Mel Locatelli em Ter 21 Out 2014 - 16:12

    Continua!
    avatar
    RiL Jackson

    Mensagens : 74
    Data de inscrição : 13/08/2013
    Idade : 23
    Localização : Vitória - Pernambuco

    smileys Re: Privacy [+18]

    Mensagem por RiL Jackson em Qui 23 Out 2014 - 9:20

    #Capítulo 6

    [Michael]

    “Sai do apartamento daquela moça com uma opinião completamente diferente da que eu tinha quando estava indo pra lá. Ela de fato conseguiu mexer comigo, agora é esperar pra ver se ela vai mesmo me ajudar ou se vai me ferrar de vez. Ela poderia muito bem dar um jeito de dizer que eu estava beijando um homem, é sempre assim, eles dizem tudo, menos a verdade, já estou acostumado, mas espero que dessa vez seja diferente, espero que ELA seja diferente, é só o que eu peço a Deus!”

    Passei a tarde todo no estúdio, finalizando algumas canções, quando dei por mim já era noite, mas quando olhei pro relógio e vi que já era 9 e 40, quase tive um surto. “Droga!!”_Resmunguei_
    Eu havia perdido a hora, certamente quando eu chegasse em casa meus anjinhos já estariam dormindo, eles tinham ido passar o final de semana na casa da avó, e eu estava tão ansioso para vê-los.

    [...]

    - Você aqui? _Falei surpreso, ao chegar em casa e dar de cara com aquela garota na minha sala de estar_

    - Você tinha razão..._Disse levantando-se e vindo até mim com um envelope em mãos_

    - Não quiseram publicar suas fotos, acertei?

    - Eles nem se quer se deram o trabalho de ver..._Falou me entregando o envelope _

    - Eu sabia! _Falei pegando o envelope_

    - Isso te deixa feliz?_ perguntou ela_

    - Bom, pelo menos não usaram essas fotos pra inventar outras mentiras.

    - Eu nunca permitiria isso...

    Ri um pouco sem graça, mas ela acabou entendendo tudo errado.

    - Acha que estou mentindo? _Perguntou já irritada_

    - Não me leve a mal, se ri foi porque..._Não consegui terminar a frase, estava procurando as
    palavras certas_

    Ela revirou os olhos e disse:

    - Já vi que perdi meu tempo vindo aqui._ Falou já indo em direção a porta_

    - Espera! _Falei segurando-a_

    - Achei que já tinha terminado de rir de mim... Vamos continue!

    - Não é nada disso, ok? Não estava rindo de você, estava rindo da sua ingenuidade.

    - Tá me chamando de idiota??_Falou ela já me mostrando o punho_

    - Calma ok? _Falei_

    Aquele jeito masculino dela era simplesmente hilário.

    - Vai me deixar explicar?

    - Okay!_Falou ela, já um pouco mais calma_

    - Eu não estava rindo de você, sei que só quis me ajudar, mas se eles tivessem visto as imagens
    talvez as utilizassem de um modo negativo, entende? Não há nada que você pudesse fazer, não ia
    ter como evitar.

    - Entendi. _Falou ela_

    O silêncio se fez presente, ficamos apenas olhando um pra cara do outro.

    - Okay, me desculpe! _Falou ela depois de algum tempo_

    -Sem problemas..._Falei ainda sem tirar os olhos dela_

    - Bom... Acho que já vou indo..._Falou apontando pra porta enquanto me olhava um pouco sem
    graça pelo modo que eu a estava a encarando_

    - Não gostaria de ficar e jantar comigo? É que eu acabei de chegar e já tá praticamente todo mundo dormindo e eu não queria comer sozinho, sabe?

    Ela me olhou um tanto quanto desconfiada e em seguida disse:

    - Tem certeza que quer mesmo jantar com uma paparazzi?

    - Por que não? Não vejo problema algum nisso.

    - Sei lá, vai que eu tire uma foto sua quando estiver distraído e saia por aí dizendo que vc não
    escova os dentes? Vai saber, néh?

    Ela estava sendo irônica, afinal eu já a vinha julgando desde do primeiro momento que a vi.

    - Sei que não corro esse risco..._Falei olhando-a sério _

    - Bom, então eu acho que aceito! _Falou sorrindo e vindo em minha direção_

    - Fico feliz por isso!_Falei também sorrindo_

    - Rose, venha até aqui por favor..._Falei chamando minha governanta_

    - Sim Sr Jackson!_Falou ela rapidamente chegando na sala_

    - Já pode mandar servir o jantar e por favor, avise para que coloquem mais um prato na mesa, a
    senhorita Falks irá jantar comigo.

    - Sim Sr._Falou ela em seguida saindo_

    Em seguida voltei meu olhar para Ramona, só agora notando com mais precisão o quanto ela era
    linda.

    [Ramona]

    Assim que a empregada dele saiu ele ficou me olhando com cara de bobo. E apesar de me sentir incomodada com aquilo, no fundo eu estava amando receber aquelas olhadas indiscretas dele, quando ele me olhava daquele jeito era praticamente impossível não lembrar do nosso beijo, tbm me recordara daquela noite no jardim quando tive a oportunidade de ver aquela coisa maravilhosa que ele tem no meio das pernas, apenas ficava imaginando o quão perfeito seria poder tê-lo dentro de mim.

    - No que está pensando? _Perguntou ele_

    - Nada demais e vc?

    - Estou pensando no meu próximo álbum... _Falou ele em seguida percorrendo seu olhar pelas minhas pernas_

    - Será que o jantar vai demorar muito ainda? _Falei mudando de assunto_

    - Está com tanta fome assim?

    - Um pouco, mas não é por isso...

    - Então? _Perguntou ele_

    - É que eu não posso dormi muito tarde, sabe?

    - Pode dormi aqui se quiser..._Falou ele, me fazendo perceber um certo tom de “segundas
    intenções”_

    - Num dos quarto de hospedes é claro! _ Completou ele, um pouco depois_

    Apenas ri, estava nervosa. Nunca um homem havia despertado isso em mim.

    Conversamos durante mais algum tempo, depois fomos pra sala de jantar, assim que nos serviram a
    primeira coisa que eu percebi foi o quanto ele comia pouco, não tinha quase nada no prato dele, apenas folhas.

    O jantar foi silencioso e tranquilo, tirando a parte das olhadas indiscretas que me faziam sentir como se estivesse completamente nua diante dele. Definitivamente ele estava conseguindo me deixar sem graça.

    - Muito Obrigada pelo jantar, mas agora eu realmente preciso ir embora.

    - Mas é tão cedo ainda...

    - Não é não... Já são 11 e meia.

    Assim que disse isso um barulho horrendo se fez, fiquei tão assustada que praticamente pulei no colo de Michael.

    - Calma, foi só um trovão... Só um trovão... _Falou já me colocando de volta no chão, porém,
    achando graça da situação_

    - Não ria!_falei dando um tapinha nele_

    - Nossa, está caindo um verdadeiro dilúvio lá fora, não quer ficar mais um pouco e esperar a chuva
    passar? _Falou ele olhando pela janela_

    - Acho que essa chuva não vai passar nem tão cedo, é melhor eu ir embora logo antes que ela piore...

    - Não vou deixar que saia de moto nessa chuva! _Falou ele parecendo decidido_

    - O máximo que pode me acontecer é pegar um resfriado kkk..._Falei rindo_

    - Ou ser atingida por um raio..._Falou ele dando de ombros_

    Mas assim que terminou a frase, um trovão ainda mais forte se fez no céu, me fazendo pular novamente em seu colo.

    -Aiii meeeu Deus!!!_Gritei desesperada_

    - Ainda quer sair nessa chuva?_ Perguntou ele, rindo de mim enquanto me segurava em seus braços_

    - Sim! _Falei irredutível_

    Foi então que as luzes se apagaram.

    - Não acredito nisso! _Falei completamente desesperada_

    - E agora? Ainda vai dirigir assim? _Falou rindo, pouco tempo depois pude ver sua cara de felicidade quando um raio clareou minimamente o local por alguns segundos. Eu não tinha mais escolha o jeito era dormi lá mesmo.
    avatar
    RiL Jackson

    Mensagens : 74
    Data de inscrição : 13/08/2013
    Idade : 23
    Localização : Vitória - Pernambuco

    smileys Re: Privacy [+18]

    Mensagem por RiL Jackson em Qui 23 Out 2014 - 9:22

    Obrigada pelos comentários meninas, sei que sou nova aqui e não tenho tanta credibilidade assim, por isso que ter vcs lendo a minha fic já é uma grande honra <3 <3
    avatar
    Fehjacks

    Mensagens : 2059
    Data de inscrição : 23/03/2013
    Idade : 18
    Localização : Ouro Preto - MG

    smileys Re: Privacy [+18]

    Mensagem por Fehjacks em Qui 23 Out 2014 - 16:07

    essa noite vai ser longa hmmm

    Continua

    Mel Locatelli

    Mensagens : 586
    Data de inscrição : 24/01/2014
    Idade : 24
    Localização : Curitiba

    smileys Re: Privacy [+18]

    Mensagem por Mel Locatelli em Sex 24 Out 2014 - 21:33

    Hummmmmmm vai rolar!! Kkn
    avatar
    RiL Jackson

    Mensagens : 74
    Data de inscrição : 13/08/2013
    Idade : 23
    Localização : Vitória - Pernambuco

    smileys Re: Privacy [+18]

    Mensagem por RiL Jackson em Sab 25 Out 2014 - 11:03

    #Capítulo 7

    [Michael]

    Um dos meus empregados veio até mim entregando-me uma lanterna, pedi para que ligassem os geradores de energia e não demorou para que eles o fizessem, ainda sim a rua lá fora estava completamente escura.

    - Pelo visto foi geral..._Falei olhando para Ramona, a mesma parecia um pouco tensa_

    - Não posso dormi aqui! _Falou me olhando apreensiva_

    - Por que não???

    - Não acho uma boa ideia.

    - E acha que é uma boa ideia sair assim nessa escuridão?

    - Pior que vc tem razão..._Falou ela, sem esconder sua frustração _

    - Também não precisa ficar com essa cara. _Falei me sentindo um pouco chateado com aquilo _

    - Me desculpe, não foi minha intenção..._Falou se explicando_

    - Tudo bem, vou mandar que arrumem um dos quartos de hospedes para que você possa dormi.

    - Dormi sozinha? Com todos esses raios e trovões? Nem fodendo!

    - Está pedindo pra dormi comigo, é isso??? KKKKKKKKKKKKKK _Falei dando uma longa gargalhada_

    - Não ria! Isso é sério. _Falou me olhando com seus olhos apavorados _

    - Uma mulher já feita com medo de trovão... É cada uma que eu vejo...

    - Já disse pra parar de rir!!_Falou ela em seguida se encolhendo toda ao ouvir outro trovão_

    - Já que insiste tanto... Tudo bem, eu durmo com você! _Falei com um sorriso convencido nos
    lábios_

    - Mas que fique bem claro, que não precisa ser na mesma cama, ok??

    - Eu nem estava pensando nisso..._Falei me fazendo de sonso, na verdade eu estava sim_

    - Ótimo! _Falou ela e logo subimos as escadas_

    Mas antes de leva-la até minha suíte, passei primeiro no quarto dos meus 3 anjinhos, estavam todos
    bem, dormindo feito pedras.

    - São lindos! _Falou Ramona assim que me viu deixar o quarto_

    - Obrigada!_ Falei sorrindo pra ela que sorriu de volta pra mim_

    [Ramona]

    Achei tão fofo a preocupação dele para com os filhos, nem parecia aquele cara esquisito que a mídia sempre descrevia como um pedófilo, longe disso, ele mais parecia ser uma espécie em extinção. Era tão perfeito que nem parecia ser de verdade.

    - Bom, esse é o meu quarto! _Falou ele abrindo a porta para que eu entrasse primeiro_

    - Uau!! É maior que o meu apartamento todo. _Falei completamente espantada com todo aquele espaço e luxo_

    - Fique a vontade! _Falou ele_

    - Obrigada!

    - Pode tirar a roupa se quiser...

    - O que disse?????_Perguntei o olhando assustada_

    - É brincadeira, tá? Não precisa me olhar com essa cara.

    - Seu louco! Você quase me matou de susto! _Falei pegando um travesseiro e batendo nele com
    ele_

    - Ahhh é assim??? Agora você vai ver só!!!_Falou ele, pegando outro travesseiro e batendo em mim_

    - Não Michael!!!_Falei correndo e rindo, logo pegando outro travesseiro e jogando nele_

    Quando dei por mim estávamos numa divertida guerra de travesseiros, só paramos quando um trovão ecoou pela casa, parecendo o barulho do céu rachando no meio. Fiquei tão assustada com o barulho que no impulso acabei agarrando Michael.

    - Calma! Foi só um trovão..._Falou acariciando meus cabelos_

    Me afastei lentamente dele e logo pude senti-lo acariciar o meu rosto, segurando-o suavemente com as duas mãos.

    - O que tem de medrosa tem de linda, sabia? _ Falou ele sem tirar os olhos dos meus_

    Se ele tentou fazer uma piada eu não sei, só sei que seu tom sério não permitiu que eu risse, ao contrário, aquilo fez minha intimidade pulsar forte.

    Ele continuou acariciando o meu rosto, em seguida colocou uma mexa do meu cabelo pra trás,
    depois usando seu polegar direito começou a acariciar meus lábios com o dedo, encostou sua testa na minha e fechou os olhos fazendo com que eu também o fizesse. Sua respiração acelerada disputava com a minha que ficava cada vez mais ofegante. Seu hálito quente me excitava e quando senti aquele cheiro de menta, meu único extinto foi beijá-lo, e foi exatamente isso que aconteceu. Nossas línguas começaram a duelar dentro de nossas bocas, sua saliva misturada a minha me fazia querer ir cada vez mais longe, eu estava adorando me lambuzar naquela boca macia, chegando ao ponto de me perder naqueles lábios que pareciam ser tão sensíveis aos meus. Seu beijo era calmo, sem nenhuma pressa, ele de fato sabia o que estava fazendo. Com uma mão ele segurava a minha nuca já com a outra ele estava apertando minha cintura, mas ainda estávamos fisicamente longe um do outro, então tomei a iniciativa de ir pro colo dele e aprofundar mais o beijo, agora ele estava com os braços em volta da minha cintura, me apertando contra ele, seu pênis já estava completamente ereto e eu claro, não perdi a oportunidade de me esfregar nele. Michael ao perceber isso me apertou ainda mais contra ele e eu acabei gemendo alto quando senti sua virilidade pulsar entre as minhas pernas. A essa altura do campeonato nosso beijo já estava num nível tão pornográfico que se alguém visse diria que estávamos nos lambendo. Continuávamos nos lambuzando naquele beijo delicioso e cheio de saliva, céus!!! Que boca era aquela? Eu o beijava cada vez mais sedenta por aqueles lábios aveludados, enquanto suas habilidosas mãos ditavam o ritmo do meu rebolado sobre seu pênis ainda coberto. Mas quando suas mãos caminharam de encontro aos meus seios por baixo da blusa, ouvimos alguém entrar no quarto, a sorte é que estávamos na penumbra, do contrário Paris teria visto o que não deveria ver nem tão cedo.

    - Papai...._Falou chorosa me fazendo dar um pulo de cima de Michael_

    - Por Deus!!! O que faz aqui???_Falou Michael assustado ao notar sua filha ali, rapidamente ele pega
    um travesseiro e cobre sua ereção.

    Apesar de tbm estar excitada acabei rindo da situação.

    - Papai, quem é essa moça?

    Michael olha pra mim completamente desconcertado, em seguida olha pra Paris e diz:

    - É apenas uma amiga do papai._ Falou ele, um pouco sem graça com a situação na qual se encontrava _

    - Mas por que ela está na sua cama ??_Perguntou a menininha que segurava o urso com uma das mãos e arrastava um lençol com a outra_

    - Sabe o que é Princesa? É que ela tem medo de trovão, eu estava apenas fazendo companhia até que ela pegasse no sono, depois eu iria pegar meu saco de dormi e deixaria ela a vontade pra dormi na minha cama.

    - Nossa papai, como o senhor é bonzinho..._Falou inocentemente, em seguida referindo-se a mim disse:

    - Moça, vc me deixa dormi com vc na cama do papai? É que eu tbm tenho medo de trovão..._Falou a pequenina me olhando com seus lindos olhos azuis_

    - É claro que sim meu amor..._Falei me sentindo meio mãe dela_

    - Obrigada! _Falou vindo até mim e se acomodando ao meu lado_

    Michael foi obrigado a pegar o saco de dormi e ir pro chão, Paris deu boa noite a ele seguido de um beijo estalado na bochecha, Michael olhou pra mim com uma carinha de cachorrinho que caiu da mudança, fiquei com dó dele, mas acabei rindo da cara que ele fez, depois disso peguei no sono abraçada a pequena Paris que dormia abraçada com seu inseparável ursinho cor de rosa e embora o mundo parecesse estar acabando lá fora, conseguimos dormi tranquilamente.
    avatar
    RiL Jackson

    Mensagens : 74
    Data de inscrição : 13/08/2013
    Idade : 23
    Localização : Vitória - Pernambuco

    smileys Re: Privacy [+18]

    Mensagem por RiL Jackson em Sab 25 Out 2014 - 11:07

    #Capítulo 8

    No dia seguinte me levantei com cuidado para não acordar a pequena Paris, fui até o banheiro e lavei o rosto rapidamente, fiz gargarejo com um enxaguante bucal já que não estava com a minha escova de dente e não poderia usar a dele, óbvio! Dei um jeito no meu cabelo prendendo-o num rabo de cavalo, peguei minha bolsa e por último, mas não menos importante, dei uma olhada em Michael, nem parecia que ele estava dormindo no chão, sua expressão era cômica, ele estava sorrindo de olhos fechados, deveria estar sonhando com algo engraçado ou do jeito que é safado deveria estar sonhando algo pornográfico, der repente o lençol dele começou a ficar “armado” justo naquela “região” me fazendo chegar a conclusão de que ele estava sim sonhando com algo pornográfico.

    “Ele nem acordou e já me fez molhar a calcinha” _Pensei enquanto olhava pra “ele” que mais uma vez me deixava PASSADA, era enorme, enorme não! Era gigantesco_

    Não resisti e acabei tirando uma foto da sua ereção que criou uma verdadeira tenda no lençol. Pouco antes de sair do quarto ainda pude ouvi-lo gemer meu nome, ele estava de olhos fechados e de cenho franzido, uma expressão de sofridão tomou conta de seu rosto.

    “Tadinho deve ter ficado tão excitado ontem que acabou sonhando comigo.” _Pensei rindo após fechar a porta do quarto e ir embora _

    [Michael]

    Quando acordei de manhã ela já não estava mais lá, foi embora sem ao menos se despedir e o pior foi que eu já acordei de pau duro, tudo porque acabei tendo um sonho erótico com aquela danada.
    Sei que o melhor pra mim é me afastar dessa garota e tentar pensar o mínimo possível nela do contrário terminarei louco e com fama de tarado, se ela não for tão confiável assim como eu imagino que TALVEZ seja, certamente sairá por aí me difamando, portanto se eu por acaso vinher a me apaixonar por ela, esse amor será o meu fim.

    Após refletir sobre isso e fazer todo aquele ritual matinal de escovar os dentes e lavar o rosto, acordei Paris que ainda dormia em minha cama agarrada com seu ursinho. Pedi a babá que se responsabilizasse por ela enquanto eu ia até o quarto dos meninos para também acordá-los, quando cheguei lá vi que Prince já estava devidamente vestido e de pé, o caçula “Blanket” era sempre o mais preguiçoso de todos, tive que usar muito da minha lábia para convencê-lo a sair da cama e ir tomar banho. Meia hora depois já estávamos todos na mesa prontos para o café da manhã.

    - Papai, aquela moça que dormiu na sua cama é sua namorada??_Perguntou Paris quase fazendo com que eu me engasgasse_

    Percebi que Prince e Blanket se entre olharam sem entender nada, enquanto que alguns empregados que nos rodeavam, tentaram segurar o riso sem sucesso. Pigarrei em alto e bom som para poder chamar a atenção deles que logo voltaram a postura séria de sempre.

    - Não meu amor... Como já havia lhe explicado, ela é só uma amiga do papai, ok?_Falei esclarecendo a dúvida de Paris_

    - Mas ela é tão linda...Por que não namora ela, papai? _ Perguntou Paris me deixando completamente sem graça diante de seus irmãos e dos empregados presentes_

    - Princesa... Já imaginou se o papai namorasse todas as mulheres que ele achasse bonita?

    - De que moça a Paris está falando papai?_Perguntou Blanket_

    - Ela dormiu com o senhor??_Perguntou Prince com os olhos esbugalhados, de fato ele era o mais esperto de todos_

    - Crianças por favor... Uma pergunta de cada vez, ok?

    - Qual o nome dela?_Perguntou Paris_

    - É Ramona querida._Respondi_

    - O Sr. vai casar com ela?_Perguntou Prince_

    - Por Deus!! Claro que não Prince e já chega de perguntas, ok? Vamos rezar e comer em paz, certo?

    - Sim._Respondeu Prince juntamente com Paris enquanto que Blanket apenas assentiu com a cabeça pois já estava comendo, ainda tentou esconder o biscoito, mas estava com a boca toda suja, não consegui resistir e acabei rindo da carinha de medo dele, em seguida disse que não havia problema por ele ter comido antes de rezar, depois disso demos as mão e rezamos. Assim que terminamos a refeição eles me contaram como tinha sido o final de semana na casa da avó, depois seguiram para suas aulas diárias, e eu me dirigi para o estúdio reserva que tinha em casa e só sai de lá na hora do almoço, depois tomei banho e resolvi ir até o apartamento de Ramona, toquei a campainha, mas quem abriu foi um cara bonitão sem camisa e todo suado, confesso que não gostei nem um pouco daquilo.

    [Ramona]

    Depois de um dia cansativo onde tive que ficar plantada durante horas em frente a um prédio para poder fotografar as mãos enrugadas da Madonna, entre outras celebridades que eu achava um verdadeiro saco ter que fotografar, mas fazer o que, néh? Sou apenas uma subordinada e infelizmente esse ainda é o meu trabalho.

    Bom eu estava super cansada e sem grana para pagar alguém para consertar algumas coisas no meu apé por isso pedi para que Matt fizesse o favor de consertar o meu encanamento, ele sempre foi a única pessoa com quem eu podia contar, sou meio anti-social e só tenho ele de amigo mesmo, só não contava com a presença repentina do meu mais novo “amigo”, se é que já posso chamá-lo assim.

    - Michael?_Falei completamente surpresa ao vê-lo_

    - Cara é o Michael Jackson!!!_Disse Matt estasiado por ver seu grande ídolo em sua frente_

    - Entra Logo antes que alguém te veja!_Falei pra Michael enquanto tampava a boca de Matt com as minhas mão_

    O mesmo entrou olhando pra mim com cara de interrogação.
    Soltei Matt e os apresentei:

    - Michael, Matt... Matt, Michael...

    Vi Michael estender a mão para que Matt apertasse, mas o mesmo o abraçou, estava super empolgado e eu diria que até emocionado com a presença de Michael.

    - Matt já chega! Larga ele, ok?

    - Me desculpe, é que eu sou muito seu fã... _Falou ele se explicando pra Michael que sorriu gentilmente_

    - Tira uma foto comigo?_Perguntou Matt pra ele me fazendo revirar os olhos_

    Assim que tiraram a maldita foto eu disse:

    - Okay Matt agora chega de ficar dando uma de tiete, acho que o Michael quer falar comigo...

    - E quero mesmo..._Falou Michael me olhando sério_

    - Sem problemas!! Se me derem licença irei postar essa foto no meu face agora mesmo, posso usar seu computador Ramona?_Perguntou Matt me fazendo revirar os olhos pela milhonéssima vez_

    - É claro que pode criatura! Vai lá vai..._Falei forçando um sorriso_

    Assim que Matt nos deixou a sós Michael olhou pra mim e disse:

    - Ele é seu..._ O interrompi_

    - Não, é só meu amigo! Só isso..

    - Não foi essa a impressão que eu tive, afinal ele está sem camisa.

    - Ele está sem camisa pq está consertando o meu encanamento, ok?

    - “Encanamento” sei..._Murmurou ele me fazendo perceber um certo tom de ciúme em sua voz, mas eu apenas fingi que não escutei_

    - Você não veio até aqui pra isso, néh? Aconteceu alguma coisa?_Perguntei_

    - Você saiu sem se despedir...

    - Me desculpe, eu estava atrasada e não quis acordar você.

    - Tem certeza?

    - Absoluta!_Falei firme_

    - Olha, sobre ontem..._ O interrompi mais uma vez_

    - Não precisa se explicar, não aconteceu nada demais.

    Ele me olhou por alguns segundos em seguida disse:

    - Tudo bem então... Acho melhor eu ir embora agora.

    - Ok!_respondi friamente_

    - Então tá..._falou já se virando pra sair_

    - Espera!_Falei o fazendo parar_

    - Sim?

    - Manda um beijo pra sua filhinha, achei ela tão fofa.

    - Mando sim, inclusive ela passou o dia todo me fazendo perguntas sobre vc.

    - Sério? Awwww...

    - Pode ir lá vê-la a hora que você quiser...

    - Está falando sério????_Perguntei completamente surpresa_

    - Sim, é claro que estou, por que eu não estaria?

    - Ué... Você nunca deixou que seus filhos fossem fotografados, daí vc quer deixar sua filha na
    companhia de uma paparazzi?

    - Se você quisesse fotografa-la, já teria feito isso ontem enquanto dormiamos.

    - Mas eu posso estar jogando...

    - Jogando?

    - Sim, pra ganhar sua confiança!

    - Sei que não está...

    - Eu se fosse você não confiaria tanto, afinal nunca se sabe, não é mesmo?

    - Sei que estou me arriscando, mas é um risco que vale a pena..._ Sussurrou ele bem próximo ao meu
    ouvido, em seguida passou a língua próxima a minha orelha e saiu rindo_

    “ Como ele consegue ser tão confiante assim?” _Pensei comigo mesma, em meio aos meus devaneios sentindo minha pele ainda arrepiada devido a sua língua molhada_

    Conteúdo patrocinado

    smileys Re: Privacy [+18]

    Mensagem por Conteúdo patrocinado

      Tópicos similares

      -

      Data/hora atual: Seg 18 Dez 2017 - 5:51